O segredo do “No Poo, Low Poo”

O segredo do “No Poo, Low Poo”

SAMSUNG CAMERA PICTURES

As palavras “No Poo, Low Poo” traduzidas para o português, “Não Shampoo, Pouco Shampoo” ambas são métodos de lavagem capilar que se propõem a cuidar dos cabelos da forma mais natural possível, ou seja, sem agressões químicas. São técnicas de limpeza dos fios geralmente feitos com bálsamos limpantes suaves em vez de shampoos tradicionais.

A diferença desses dois para os shampoos normais é simplesmente um pequeno detalhe, a não apresentação ou a baixa apresentação do Lauril Sulfato de Sódio em sua composição, que é o composto que faz a espuma do shampoo.

Os cabelos cacheados foram os mais beneficiados com a descoberta do No Poo, Low Poo, pois sãos os que mais têm a dificuldade de a oleosidade natural do fio chegar às pontas, pois é em espiral, isso torna ele mais ressecado.

Agora virou uma febre não só para as mulheres de cabelos cacheados, que quanto menos espuma, melhor, o conceito de No Poo, Low Poo já virou uma febre. Ainda um pouco discreto no Brasil, mas ganhando força, as empresas brasileiras começam a adotar o conceito.

Lauril Sulfato de Sódio: de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), trata-se de um composto usado com fortes propriedades detergentes e espumógena e, por isso, é usado para finalidades cosméticas como banhos de espuma, cremes emolientes, cremes depilatórios, loções para mãos, shampoo, dentifrícios e shampoo.

Basicamente, o Low e No Poo, é um significado de limpeza e leveza nos fios, para isso você deve estar atentar a umas dicas, segue embaixo os sulfatos que se deve evitar.

sulfatos-para-evitar1-1

Os shampoos sem sulfato são capazes de limpar os silicones mas o mesmo não ocorre com os derivados de petróleo. Esses componentes podem formar uma capa (que as propagandas gostam de chamar de “filme protetor”) que envolve os fios. Com o tempo, isso pode ir acumulando, acumulando … e aí o cabelo pode encontrar dificuldade para absorver outras substâncias necessárias aos fios. Sendo assim, os derivados de petróleo são proibidos nessa rotina.

petrolatos-para-evitar-1

 

Compartilhe